Pernas saudáveis

Medidas simples para aliviar pernas inchadas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Conheça os cuidados do dia a dia que ajudam a melhorar a circulação sanguínea e a aliviar os sintomas de pernas e pés inchados.

A sensação de pernas pesadas e cansadas, a comichão e o inchaço nos pés são sintomas de Doença Venosa Crónica que podem impactar o seu dia a dia. Estes sintomas estão associados à dificuldade na circulação do sangue das pernas para o coração, pelo que podem ser minimizados através de uma série de cuidados para promover a boa circulação venosa.

Faça exercício físico regularmente1,2

Quando os músculos são exercitados, comprimem as veias, favorecendo a subida do sangue até ao coração.

É importante escolher o exercício mais apropriado no seu caso e usar roupa e sapatos apropriados para a prática. A marcha é uma das atividades mais vantajosas para otimizar a circulação sanguínea, uma vez que a planta dos pés, por estar bastante irrigada por vasos sanguíneos, funciona como uma bomba que movimenta o sangue. Desportos como a ginástica, o ciclismo, a dança, a natação e o golfe também facilitam a circulação sanguínea.

Por outro lado, não é recomendada a prática de desportos que obriguem a movimentos bruscos, como o ténis, uma vez que estes provocam variações na pressão do sangue das veias, levando à dilatação dos vasos e a uma menor circulação do sangue até à parte superior do corpo.

Exercite as pernas em todas as circunstâncias1

Estar de pé ou sentado durante muito tempo, sobretudo de pernas cruzadas, pode ser prejudicial para a sua saúde venosa, uma vez que estas posições prolongadas favorecem a estagnação do sangue nas veias.

Se a sua profissão o obrigar a estar de pé ou sentado muito tempo, é essencial que intervale este período na mesma posição e ande um pouco ou faça movimentos circulares com os pés. Se tiver de fazer uma viagem longa, sempre que possível, ande um pouco para ativar a circulação sanguínea.

Alguns cuidados antes de dormir

Enxague as pernas com água fria1

Aplicar água fria nas pernas ajuda a ativar a circulação e a aliviar a sensação de peso e cansaço.

Movimente as pernas antes de dormir1,2

Enquanto dorme a circulação sanguínea diminui, pelo que será vantajoso fazer alguns movimentos como pedalar antes de dormir, assim como elevar os pés da cama 10 a 15 cm.

Eleve as pernas2

Elevar as pernas enquanto está deitado contribui para o retorno venoso.

Evite o calor em excesso1,2

As variações de temperatura modificam o comportamento das veias, sendo que a exposição a temperaturas muito elevadas prejudica a circulação venosa, uma vez que o calor dilata os vasos capilares. Esta vasodilatação pode provocar cansaço, inchaço e dor nas pernas e nos pés, pelo que deve evitar a exposição ao calor, seja o calor do sol, seja outro tipo de fontes de calor: depilação com cera quente, banhos quentes, sauna e vestuário muito quente.

Consuma alimentos ricos em fibra2

A ingestão de alimentos ricos em fibra, como as leguminosas ou os cereais integrais, ajuda a prevenir a prisão de ventre, evitando o aumento da pressão abdominal e a debilitação das paredes das veias.

Vigie os níveis de colesterol2

Mantenha um estilo de vida saudável, com uma alimentação adequada e a prática de atividade física, controlando os seus níveis de colesterol. O colesterol elevado dificulta a passagem do sangue pelas artérias.

Escolha sapatos apropriados1

Os sapatos de salto alto deixam o pé menos apoiado e os sapatos rasos aumentam demasiado a superfície de apoio do pé. Para minimizar os problemas de circulação venosa, opte por sapatos com uma altura entre 3 a 4 cm.

Procure o fresco1

O frio é importante e favorável à contração das veias, pelo que deve procurar lugares frescos. Caminhar à beira-mar pode ser uma atividade muito benéfica, uma vez que combina a prática de exercício com a exposição ao frio da água.

Massaje as pernas

A automassagem favorece a circulação venosa e melhora a irrigação dos tecidos.2 Considere introduzir esta prática na sua rotina diária com a ajuda de gel-creme para facilitar os movimentos que devem ser ascendentes.

Evite fumar2

Sabia que a nicotina danifica as artérias e favorece o aparecimento de varizes? Aconselhe-se com um profissional de saúde para obter apoio na cessação tabágica.

Hidrate-se2

Mantenha o seu corpo hidratado. Beber entre 1,5 e 3 litros de água por dia facilita a eliminação de toxinas e melhora a circulação.

DVC – Doença Venosa Crónica

Referências:
1 – Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular. «Conselhos – Doença Venosa Crónica». Alerta Doença Venosa. Disponível em: https://www.alertadoencavenosa.pt/conselhos. Acedido a 19 de março de 2021.
2 – Serviço Nacional de Saúde. Hospital Fernando Fonseca. «Má circulação sanguínea: saiba como prevenir e tratar». Disponível em: https://hff.min-saude.pt/ma-circulacao-sanguinea-saiba-como-prevenir-e-tratar/. Acedido a 19 de março de 2021.